Imagem de Capa

banner image

Governo do Maranhão constrói 21 escolas em municípios onde não havia prédio do Estado

Compartilhe esta Notícia
Comunidade escolar comemora entrega do novo prédio (Foto: Lauro Vasconcelos)

Com quase 60 mil habitantes segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município de Vargem Grande figurava, até o ano de 2015, entre as 25 cidades maranhenses sem prédio escolar da Rede Estadual de Ensino, conforme levantamento da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Com investimentos do Programa Escola Digna, nos últimos anos, o Governo do Maranhão diminuiu esse número para quatro, cujas obras estão em andamento ou constam em processos licitatórios.

Nesta semana foi entregue o primeiro prédio da rede estadual no município de Feira Nova do Maranhão, distante mais de 800 km da capital maranhense, e beneficiando, aproximadamente, 400 estudantes do Ensino Médio. A construção do Centro de Ensino Rosalina Sá contou com investimento na ordem de R$ 1.113.040,18; tem cinco salas de aula, laboratório de informática, biblioteca, banheiros adaptados, cozinha, sala de professores, secretaria e diretoria.

“Um dia especial para o Maranhão. Por determinação do governador Flávio Dino, estamos fazendo uma reparação histórica na educação maranhense. Em pouco tempo, teremos prédios da Escola Digna nos 217 municípios, graças a um governo que priorizou a educação como caminho para combater desigualdades sociais e melhorar a vida das pessoas”, destacou Felipe Camarão.

Antes da construção dessas escolas, as realidades vivenciadas pelos estudantes eram diversas: estudar em prédios cedidos, alugados, com condições precárias, salas cheias e espaços divididos com estudantes da rede municipal, por exemplo.


Fachada escola Feira Nova do Maranhão, entregue nesta semana (Foto: Lauro Vasconcelos)

Na cidade de São Pedro da Água Branca, a construção do Centro de Ensino Henrique de La Roque chegou para pôr fim à peregrinação de mais de 20 anos dos estudantes por prédios cedidos. Além disso, não tinha água gelada, a energia não era boa para fazer os ventiladores funcionarem, e todos os estudantes sofriam muito com isso. Para a aluna Vanessa Carlos, do 1° ano, o prédio novo, com salas com ar condicionado, veio para dar um certo alívio. “Ajuda a gente até a pensar melhor, porque no calor não tem como pensar de jeito nenhum, vai ser muito bom para nós estudarmos nessa nova escola”, ressaltou.

Já em Marajá do Sena, o Centro de Ensino Sérgio Dutra dos Reis, entregue há um ano, acolhe estudantes do anexo Centro de Ensino Rui Barbosa e atende os anseios dos alunos que antes passavam até três dias sem ir às aulas por conta das péssimas condições estruturais do prédio anterior. 

“Quando chovia alagava tudo, perdemos por diversas vezes material didático e até computadores por conta das condições precárias do antigo prédio”, contou a professora de Língua Portuguesa, Silvania Dias.

Inauguração da Escola do Campo em Lagoa Grande do Maranhão (Foto: Lauro Vasconcelos)

No município de Lagoa Grande um prédio escolar foi construído para funcionamento da Unidade Integrada Roseli Nunes, escola de educação no campo da rede pública estadual, que integra o Ensino Médio com o curso técnico de Agropecuária, no modelo da pedagogia de alternância. Localizada no povoado Kênio, no assentamento Cigra, a U.I. Roseli Nunes foi a primeira Escola do Campo entregue pelo Governo.

“Para muita gente, ter uma escola com uma geladeira, um freezer, sala de aula equipada parece pouco, mas para nós do campo representa muito. Hoje o Governo Flávio Dino deixa sua marca na história da Educação do Campo do Maranhão. Agora, a gente tem a força do Estado no campo”, pontuou a professora Maria Leomar Pereira de Sousa, no período da inauguração.

Entre os municípios maranhenses com obras em andamento ou em processo de licitação para a construção dos prédios escolares estão: Amapá do Maranhão, Brejo de Areia, Milagres do Maranhão e Serrano do Maranhão.



Fonte: Maranhão de Todos Nós
Governo do Maranhão constrói 21 escolas em municípios onde não havia prédio do Estado Governo do Maranhão constrói 21 escolas em municípios onde não havia prédio do Estado Reviewed by Josivaldo Amorim on 16 fevereiro Rating: 5

Nenhum comentário:


Ouça a Rádio BM Mídias Aqui!
Não tocou? Clique no PLAY acima
Tecnologia do Blogger.