Imagem de Capa

banner image

Weverton quer conciliar sustentabilidade e o interesse comercial em Alcântara

Compartilhe esta Notícia
Weverton Rocha (`DT) no plenário do Senado Federal, durante sessão deliberativa (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)


Weverton quer conciliar sustentabilidade e o interesse comercial na Base de Alcântara



O senador Weverton (PDT-MA) apresentou duas emendas para extinguir a empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS), resultado de uma antiga parceria entre os governos do Brasil e da Ucrânia para explorar comercialmente o lançamento de satélites a partir da base de Alcântara, no estado do Maranhão. As emendas, afirma o deputado, visam criar condições de proteção à base e aos quilombolas em acordos futuros.
Em uma das emendas, o senador defende a soberania nacional em acordos bilaterais. De acordo com Weverton, o país tem que ser preservado de cláusulas abusivas.  “Não vamos concordar com tratados restritivos e que não nos dê a possibilidade de desenvolvimento das nossas pesquisas espaciais ou cooperação tecnológica”, enfatizou.
Weverton também quer evitar que a expansão da base espacial retire direitos ou reduza o território quilombola de Alcântara. Atualmente, 300 famílias remanescentes das comunidades vivem na região. Nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou um acordo para que a base de Alcântara seja utilizada pelos Estados Unidos no lançamento de foguetes não bélicos.
A Agência Espacial Brasileira, que já ocupa mais de 8 mil hectares, reivindicou 12 mil hectares para uma expansão que, se concretizada, pode atingir o equivalente a 25% do território quilombola. “É necessário conciliar os interesses do Estado com a garantia da sustentabilidade dessas comunidades”, afirmou Weverton.
Comenda do esporte
Nesta semana, Weverton recebeu também a Comenda do Desporto Universitário, concedida pela Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), numa homenagem a pessoas que incentivam o desenvolvimento do esporte acadêmico no país.
A cerimônia foi referente à premiação “Melhores do Ano 2018”, que ocorreu em Brasília, e homenageou também atletas olímpicos e paraolímpicos e instituições universitárias.
“O senador Weverton Rocha foi muito importante em um momento difícil do esporte acadêmico no Brasil. Foi um setor que passou por um corte muito grande de recursos e nós pedimos o apoio dele”, explicou Alim Maluf Neto, vice-presidente da CBDU e presidente da Organização Desportiva Universitária Americana (Fisu-América).
Segundo Maluf Neto, quando era deputado, Weverton ajudou a unir uma bancada de parlamentares, que ajudaram a reverter a situação, fazendo com que os recursos destinados ao esporte voltassem. “Weverton fez um trabalho fundamental. Por isso, decidimos entregar a maior honraria da nossa instituição para ele”, acrescentou.
O agora Senador Weverton agradeceu a honraria e ressaltou a importância do esporte para o Brasil. “É um momento de muita emoção receber esta comenda e eu só tenho que agradecer e continuar colocando o meu mandato à disposição da nossa juventude. Nós sabemos que um dos caminhos para fortalecer nossas famílias é incentivando a prática de esporte. Podem contar com o nosso mandato”, afirmou.
Além do senador, foram agraciados com a comenda o esportista e medalhista olímpico Lars Grael; o incentivador esportivo Leonardo Capucci Filho; o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Paulo Vanderley; o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Mizael Conrado, representado pelo seu vice, Brandão; e o secretário de Esporte e Lazer do Distrito Federal e ex-ministro do Esporte, Leandro Cruz Fróes da Silva.
Fonte: Portal Guará 
Weverton quer conciliar sustentabilidade e o interesse comercial em Alcântara Weverton quer conciliar sustentabilidade e o interesse comercial em Alcântara Reviewed by BM Mídias on 22 março Rating: 5

Nenhum comentário:


Ouça a Rádio BM Mídias Aqui!
Não tocou? Clique no PLAY acima
Tecnologia do Blogger.