Imagem de Capa

banner image

PMs espancam policial civil em Poção de Pedras e Comando Geral diz que é caso isolado; veja vídeos

Compartilhe esta Notícia


Em nota, divulgada na manhã deste domingo (21), o Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) lamenta o fato ocorrido na última quinta-feira (18), no município de Poção de Pedras, envolvendo um agente da Polícia Civil e a guarnição da PM, e afirma que já foram tomadas todas as medidas cabíveis para que as circunstâncias sejam esclarecidas.



Registra, ainda, os sinceros pedidos de desculpas pelo triste acontecimento a sociedade Maranhense e em especial a Coirmã Polícia Civil, e reitera que as duas instituições são compostas de profissionais vocacionados em defesa da sociedade, mesmo com o risco da própria vida; representando, portanto, um caso isolado dentro da Corporação.

Esclarece, por fim, a toda sociedade que tal acontecimento não reflete no comportamento da tropa, de modo que o Comando não coaduna e nem coadunará com atitudes desta natureza, sejam em quaisquer situações, tendo em vista a missão do policial militar de proteger, garantir a segurança e manter a ordem, seja em serviço ou mesmo fora dele.

Entenda o caso

Em vídeos, um policial civil e a esposa aparecem sendo agredidos por PM's na cidade de Poção de Pedras, a 319 km de São Luís. O PC é jogado no camburão, na porta da delegacia da cidade. As imagens viralizaram nas redes sociais e são chocantes. A mulher do policial civil, que filmava tudo, também foi agredida.

O fato ocorreu por volta das 22h da última quinta-feira (18). O policial civil Antônio Edson, o Júnior, é lotado em Caxias há cerca de 30 anos.
De acordo com Júnior, ele e a família foram passar o feriado em Poção de Pedras, na casa de um amigo. O dia teria transcorrido normalmente. À noite, Júnior, a mulher, a filha e um casal de amigos foram dar uma volta de carro e resolveram estacionar numa praça de pouco movimento.

Foi quando o policial civil percebeu quando uma viatura da PM estacionou a cerca de 10 metros. Depois de uns 10 minutos, ainda segundo Júnior, os PMs se dirigiram ao grupo de amigos e falaram que eles deveriam deixar a cidade, pois estavam dando cavalo de pau e incomodando com som alto.

O policial civil conta que se identificou, porém os militares mantiveram-se irredutíveis. Júnior, a família e os amigos teriam de deixar a cidade

O policial civil dirigiu-se à delegacia de Polícia Civil, sendo informado pelo carcereiro que o delegado não estava. Ele conta que quando deixava a delegacia foi novamente abordado pela mesma equipe de PMs que estava no quartel que fica em frente à delegacia. Foi quando ocorreram os atos de violência mostrados nas filmagens feitas pelo celular da mulher do policial Júnior

Levado algemado e no camburão para a Delegacia Regional de Pedreiras, o Policial Civil prestou depoimento e foi liberado em seguida.

Namorada

Júnior contou que não sabe o porquê de os PMs terem agido daquela maneira, pois, em momento algum, foi dado cavalo de pau ou ligado som em volume exagerado.

Entretanto, ele disse ter ficado sabendo depois que o amigo dele, de Poção de Pedras, que acompanhava o grupo naquela noite, estaria namorando uma ex-namorada do sargento que comandava a guarnição militar, o que pode ter gerado toda a ira.
Fonte: Blog do Lucão
PMs espancam policial civil em Poção de Pedras e Comando Geral diz que é caso isolado; veja vídeos PMs espancam policial civil em Poção de Pedras e Comando Geral diz que é caso isolado; veja vídeos Reviewed by BM Mídias on 22 abril Rating: 5

Nenhum comentário:


Ouça a Rádio BM Mídias Aqui!
Não tocou? Clique no PLAY acima
Tecnologia do Blogger.

NOSSA LOCALIZAÇÃO